14 Fev

Coronavirus – Plano Preventivo avança na Segurança Pública de Goiás sob a coordenação da Auditoria-Fiscal do Trabalho

Publicada em: 14/02/2020

Por Andrea Bochi, com informações da SRT/GO

Edição: Nilza Murari

Como desdobramento da notificação realizada por Auditores-Fiscais do Trabalho à Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás – SSPGO, em razão do alerta global de risco emitido pela Organização Mundial de Saúde – OMS para o Novo Coronavirus, já foram realizadas reuniões e definidas medidas para a elaboração do Plano de Contingência na SSPGO.

Em reunião com o Secretário de Saúde do Estado de Goiás – SESGO, Ismael Alexandrino, realizada nesta quinta-feira, 13 de fevereiro, a Auditora-Fiscal do Trabalho Jacqueline Carrijo explicou os motivos da notificação e solicitou apoio técnico da Secretaria na elaboração do Plano de Contingência da SSPGO.

“Sabemos que a Secretaria de Saúde elaborou o Plano de Contingência para os trabalhadores da saúde do Estado de Goiás conforme as diretrizes do Ministério da Saúde”, informou Carrijo. De acordo com ela, é necessário adaptar o plano de contingência da SESGO para os trabalhadores da Secretaria de Segurança, conforme as características da organização do trabalho de cada órgão ligado à Secretaria, mas sempre em conformidade com as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde. “A expertise e as informações técnicas atualizadas da Secretaria de Saúde são essenciais para o desenvolvimento do trabalho preventivo da SSPGO”, destacou Jacqueline.

De acordo com coordenadora, os trabalhadores da Saúde e da Segurança Pública são os dois grandes grupos de trabalhadores no Estado de Goiás que precisam de nossa atenção especial para a elaboração, implantação e manutençao do plano de contingência preventivo, em razão do tipo de atividades que executam.

O Secretário demonstrou apoio à ideia do trabalho preventivo para os trabalhadores da SSPGO e determinou que uma especialista em biossegurança da Secretaria de Saúde do Estado auxilie o Grupo de Trabalho – GT da SSPGO. A próxima reunião do GT terá, então, a presença da especialista em biossegurança da SESGO.

Primeira etapa

Antes da reunião com o Secretário, foi realizada reunião com representantes da Secretaria de Segurança, quando já haviam sido definidas as primeiras etapas de cumprimento da notificação fiscal. Foram distribuídas tarefas entre os membros do GT criado para a elaboração, implantação e manutenção do plano de contingência. “O primeiro procedimento para o desenvolvimento do plano de contingência é o levantamento dos equipamentos e produtos de proteção individual existentes em cada órgão, além dos que faltam para suprir as necessidades em situações atípicas”, explica Jacqueline Carrijo.

De acordo com a notificação fiscal, essas informações deveriam ser apresentadas no dia 10 de fevereiro. Na data marcada membros do GT, representantes da SSPGO, Polícia Militar do Estado de Goiás; Instituto Médico Legal/Instituto de Criminalística/Núcleos Regionais de Polícia Técnico Científica; Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon), Polícia Civil; Diretoria Geral de Administração Penitenciária (DGAP); Corpo de Bombeiros Militar, compareceram à Superintendência Regional do Trabalho de Goiás – SRT/GO e entregaram as informações que conseguiram levantar até o momento. Os prazos foram prorrogados. A auditoria do trabalho está em andamento.

Na ocasião foram prestados maiores esclarecimentos para o cumprimento da notificação. A Auditoria Fiscal do Trabalho acompanha e auxilia no desenvolvimento técnico do plano de contingência preventivo para os trabalhadores da SSPGO. Jacqueline Carrijo ressalta a importância do trabalho conjunto entre os órgãos governamentais para o sucesso das medidas de prevenção contra o Novo Coronavirus e outras doenças contagiosas nos ambientes de trabalho. Essa Auditoria-Fiscal do Trabalho é realizada em conjunto com o Ministério Público Federal.​