08 Jun

Na mídia: TRT3 restaura interdição de minas da Vale em Itabira (MG)

Publicada em: 08/06/2020

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

A imprensa nacional repercutiu decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região – TRT3 que deferiu, no dia 5 de junho, liminar em Mandado de Segurança impetrado pelo Ministério Público do Trabalho em Minas Gerais. A sentença do desembargador Marco Túlio Machado Santos anulou a decisão do juiz Adriano Antônio Borges, da 2ª Vara do Trabalho de Itabira, que havia suspendido a interdição de minas da Vale determinada por Auditores-Fiscais do Trabalho em Itabira (MG).

A interdição das minas Conceição, Cauê e Periquito foi determinada por Auditores-Fiscais da Superintendência Regional do Trabalho de Minas Gerais – SRT/MG no dia 27 de maio, após fiscalização in loco realizada no dia 25 de maio. Foram constatadas várias irregularidades relativas à adoção de medidas para evitar o contágio dos trabalhadores pela Covid-19. Quase 200 trabalhadores em atividade nas minas foram testados com resultado positivo para o coronavírus. Relembre aqui.

Veja a repercussão da decisão na mídia nacional:

G1 Minas - Justiça volta a interditar minas da Vale em Itabira após denúncia do MPT sobre risco de contaminação por Covid-19

IstoÉ Dinheiro - Vale diz que adotou medidas necessárias para suspender atividades em Itabira

Diário de Ouro Preto - MPT impetra mandado de segurança e Complexo da Vale em Itabira está interditado

SINAIT - Covid-19 – TRT3 mantém interdição de minas da Vale em Itabira

MPT/MG - Via Mandado de Segurança, MPT consegue restaurar a interdição na Vale em Itabira

Folha de São Paulo – Justiça interdita complexo da Vale em Itabira após casos de coronavírus

Hoje Em Dia - Justiça interdita minas da Vale em Itabira após denúncias sobre risco de contaminação por Covid-19

Justiça do Trabalho (TRT3ª Região) - Liminar interdita mina da Vale em Itabira

Estadão - Cotação internacional de minério de ferro sobe após paralisação de complexo da Vale em Minas