17 Mai

MCCE debate transparência, reforma eleitoral e lança vídeo institucional em encontro com Rede

Publicada em: 17/05/2021

A Rede de Entidades do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) reuniu-se na quarta-feira, 12 de maio, para debater a reforma eleitoral e a criação de um observatório para o acompanhamento do sistema eleitoral e dos processos legislativos. O SINAIT foi representado na reunião pelo diretor Benvindo Coutinho Soares.  

O MCCE pretende criar um observatório junto à sociedade civil para monitorar as eleições de 2022, o objetivo é continuar garantindo a transparência nos processos eleitorais.

Em reunião com o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, no dia 11 de maio, os diretores do MCCE Luciano Santos e Melillo Dinis apresentaram a proposta do observatório.

Barroso, por sua vez, afirmou serem “muito bem-vindas a colaboração do MCCE” a partir dos trabalhos realizados pelo grupo. O Movimento é parceiro do Tribunal e colabora com a divulgação e disseminação das ações informativas criadas pelo órgão.

Vídeo institucional

Na reunião do dia 12 de maio, também foi lançado o vídeo institucional do MCCE de 2021, criado em parceria com o Conselho Federal de Contabilidade – CFC. O vídeo conta a história da entidade, o compromisso com a sociedade civil e as expectativas para o futuro do Movimento. Confira aqui. 

Reforma eleitoral

A instauração, na Câmara dos Deputados, da Comissão Especial para discutir a PEC 125/11, que veda a realização de eleições próximas a feriados, também foi tratada no encontro. A Comissão também tratará de temas relativos à reforma eleitoral.

As atividades realizadas recentemente pelo GT Mulheres MCCE, como o acompanhamento dos debates da reforma eleitoral e o monitoramento da falta de representatividade das mulheres no Legislativo, como a ausência de senadoras na CPI da Covid, foram apresentadas na reunião desta quarta-feira por Nathália Mariel, da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) e coordenadora do GT.