08 Ago

Mosap debate estratégias pelo fim da contribuição dos aposentados na Reforma da Previdência

Publicada em: 08/08/2017

Os dirigentes do Sinait Benvindo Soares, Hugo Moreira e Marco Aurélio Gonsalves debateram com demais integrantes do Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas (Instituto Mosap) o fim da contribuição dos aposentados e pensionistas na reforma da previdência, que tramita na Câmara. A reunião foi nesta terça-feira, 8 de agosto, na sede do Mosap, em Brasília (DF)

Eles analisaram nomes de parlamentares e partidos que possam assinar um destaque com o objetivo de acabar com a contribuição dos aposentados e pensionistas. “É uma injustiça que este desconto continue, queremos apresentar um destaque para acabar com a contribuição e vamos conversar com vários deputados e senadores com o objetivo de conseguir este pleito”.

Os integrantes do Mosap estão preocupados com o anúncio do governo federal de que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 287/2016, que trata da reforma da Previdência, seja aprovada até outubro. Eles acreditam que o prazo é curto e o debate vai ser mais uma vez atropelado pelo rolo compressor do governo.

Os servidores fizeram ainda uma retrospectiva das tramitações, que resultaram na Lei da Terceirização (Lei nº 13.429/2017) e na reforma Trabalhista (Lei nº 13.429/2017). “As duas matérias foram aprovadas, neste primeiro semestre, sem debate no Congresso Nacional e com a sociedade. Não queremos que isto se repita”.

Os dirigentes Benvindo Soares, Hugo Moreira e Marco Aurélio Gonsalves disseram que o Sinait é contrário a reforma da Previdência e participa de audiências, palestras, reuniões denunciando a falácia do déficit previdenciário.