14 Mai

Sinait é protagonista de audiência pública sobre os 130 anos da abolição da escravatura

Publicada em: 14/05/2018

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

O Sinait participa de audiência pública nesta terça-feira, 15 de maio, para debater os “130 anos de abolição da escravatura e a escravidão moderna”. O debate ocorrerá no Plenário 6 do Senado, promovido pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado, em Brasília (DF).

A assinatura da Lei Áurea completou 130 anos neste domingo, 13 de maio. Para marcar a data, a CDH discute temas que dizem respeito ao combate ao trabalho escravo contemporâneo no campo e nas cidades. São convidados, além do presidente do Sinait, Carlos Silva, Auditores-Fiscais do Trabalho que integram equipes do Grupo Móvel e das Superintendências Regionais do Trabalho.

Também estão convidados integrantes da Escola de Samba Unidos do Tuiuti, do Rio de Janeiro. Este ano, a escola abordou o tema da escravidão em seu samba enredo “Meu Deus, Meu Deus, está extinta a escravidão?”. Foi a vice-campeã do Grupo Especial do carnaval carioca.

Na audiência pública haverá o lançamento do cordel “Na contemporaneidade Resgatar da Escravidão”, do músico, compositor e poeta Allan Sales. Haverá também uma conversa com o jornalista e quadrinista Alexandre de Maio, especialista em jornalismo em quadrinhos, autor da história em quadrinhos “Unaí Nunca Mais!”, lançada pelo Sinait em janeiro deste ano.

A audiência pública deverá ser transmitida ao vivo pela TV Senado, pela internet. Será interativa pelo Portal eCidadania.

Acompanhe e participe!