07 Jun

Na mídia: Confira repercussão da decisão da OIT de pedir ao governo explicações sobre reforma trabalhista

Publicada em: 07/06/2018

O pedido de explicações da Organização Internacional do Trabalho – OIT ao governo brasileiro sobre a reforma trabalhista foi notícia na mídia brasileira. Nesta quinta-feira, 7 de junho, a Comissão de Aplicação de Normas do organismo internacional, que analisa denúncias de centrais sindicais sobre inconvencionalidades da reforma trabalhista, decidiu que o Brasil deverá responder à queixa de que a Lei 13.467/2017 fere a Convenção 98.

No entendimento das entidades sindicais, a Lei 13.467 enfraquece a negociação coletiva, ao permitir a negociação individual, precariza as relações de trabalho, com a adoção do trabalho intermitente, temporário e autônomo sem vínculo empregatício, e fere princípios do trabalho decente. O governo tem até novembro para responder às acusações.

Confira a repercussão:

CSPB – Governo brasileiro sofre mais uma derrota na OIT

CUT – Temer é derrotado na OIT e será obrigado a explicar reforma trabalhista nefasta

Diap – Governo sofre nova derrota na OIT no caso da Reforma Trabalhista

G1 – OIT pede que governo avalie a revisão de pontos da reforma trabalhista

Terra – OIT quer explicações sobre reforma trabalhista até novembro

Estadão – OIT pede a governo relatório sobre impactos da reforma trabalhista

Folha de S. Paulo – Brasil deverá explicar à OIT se reforma trabalhista fere direito de sindicalização

Valor – OIT mantém Brasil na lista de suspeitos de violar direito trabalhista