07 Ago

Sinait e entidades que representam servidores públicos tratam da Lei Orçamentária 2019

Publicada em: 07/08/2018

Por Solange Nunes

Edição: Nilza Murari

O diretor de Relações Intersindicais do Sinait, Marco Aurélio Gonsalves, e representantes de mais de 95 entidades do serviço público federal reuniram-se para debater ações e estratégias pela aprovação do projeto da Lei Orçamentária Anual – LOA 2019. A reunião foi nesta terça-feira, 7 de agosto, na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

Os representantes das entidades estão preocupados com a proposta, porque a lei vai definir quais os recursos serão investidos e pagos no ano legislativo de 2019. Eles irão conversar com deputados e senadores, neste período de ‘esforço concentrado’, com o objetivo de estabelecer novas alianças e fortalecer antigas em prol de angariar recursos para a estrutura e manutenção do serviço público brasileiro.

De acordo com Marco Aurélio, é importante definir os recursos para os investimentos. “Vários ministérios e órgãos estão com contingenciamento sério orçamentário e precisamos conseguir por meio da LOA reverter esta situação de penúria”.

Para mudar esta realidade, os representantes das entidades pretendem, neste segundo semestre, conversar com deputados e senadores para reforçar a importância de vários investimentos para o país.

O diretor do Sinait enfatizou a intensificação do trabalho parlamentar das entidades no Congresso Nacional. “Sem orçamento, uma LOA restritiva, sem dinheiro para os ministérios, o serviço público federal vai paralisar e não podemos permitir que isso aconteça”.

Ele destacou ainda as atividades do Ministério do Trabalho. “Precisamos lutar para que a Pasta tenha dinheiro para o combate ao trabalho escravo e infantil, manter a fiscalização do trabalho, além de outras ações essenciais para a segurança do trabalhador brasileiro”.

Na ocasião, o analista político do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar – Diap, Antônio Augusto de Queiroz, e o assessor de orçamento da Liderança do PT na Câmara, Mário Capp, fizeram uma explanação sobre o contexto político atual, processo eleitoral e os desafios de demandar recursos para a LOA 2019.

Café da manhã

Como parte do trabalho parlamentar, as entidades organizarão um café da manhã com os deputados nesta quarta-feira, 8 de agosto, às 9 horas, no subsolo do Anexo III da Câmara dos Deputados.​