04 Jul

CE: PF cumpre mandados e proíbe empresário de se aproximar de Auditor-Fiscal do Trabalho ameaçado

Publicada em: 04/07/2019

Em entrevista à Band News FM, o presidente do SINAIT, Carlos Silva, explica como se deu a ameaça ao Auditor-Fiscal e informa sobre as reuniões do Sindicato com autoridades do Ceará para tratar do caso​

Por Lourdes Marinho, com informações do G1 CE e Rádio Band News

Edição: Nilza Murari

Uma operação da Polícia Federal do Ceará realizada nesta quinta-feira, 4 de julho, cumpriu três mandados de busca e apreensão na cidade de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza. A ação se dirigiu a um empresário que fez ameaças a Auditores-Fiscais do Trabalho que fiscalizaram sua atividade em 2018 – relembre o caso aqui.

Em entrevista à Band News FM na manhã desta quinta-feira, 4, o presidente do SINAIT, Carlos Silva, explicou como se deu a ameaça ao Auditor-Fiscal do Trabalho e informou sobre as reuniões que ele teve com autoridades do Ceará, no mês passado, para tratar deste caso. A entrevista começa aos 8m 50s e abriu o jornal local da Band News, sendo veiculada também pelo Jornal Jangadeiro 1ª Edição.

A Polícia Federal iniciou investigações após o empresário ameaçar um Auditor-Fiscal do Trabalho que havia fiscalizado sua atividade econômica no ano passado. A ameaça ocorreu na sede da Procuradoria Geral do Trabalho, em Fortaleza. Ele proferiu as ameaças, na frente de testemunhas, ao saber que tinha sido incluído na Lista Suja do trabalho escravo, que reúne empresários e empresas que tenham submetido trabalhadores a condições análogas às de escravo.

Além de cumprir os mandados de busca e apreensão, a Justiça Federal proibiu o empresário de se comunicar ou se aproximar dos Auditores-Fiscais, das sedes de órgãos públicos de Fiscalização do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho – MPT, sob pena de prisão.

De acordo com a Polícia Federal, o empresário será indiciado pelo crime de ameaça e pode ser condenado a um ano de detenção. "As investigações da Operação Intimidação continuarão com a análise do material apreendido e a apuração do possível envolvimento de outras pessoas", informou a PF.

Lista suja 

O Estado do Ceará tem quatro empresários – pessoa física e duas empresas – pessoa jurídica incluídos na Lista Suja. Veja aqui a última publicação, de abril de 2019.

Veja aqui notícia publicada no G1 CE.