11 Jul

Comissão Mista aprova relatório da MP 881 com prejuízos à legislação trabalhista

Publicada em: 11/07/2019

Dirigentes do SINAIT acompanharam a votação

Por Lourdes Marinho

Edição: Nilza Murari

A Comissão do Congresso que analisava a Medida Provisória – MP 881/2019, conhecida como a MP da Liberdade Econômica, aprovou o texto do relator, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS), na manhã desta quinta-feira, 11 de julho. O texto promove outra reforma trabalhista, alterando muitos pontos da legislação trabalhista, inclusive o funcionamento da Inspeção do Trabalho.

O presidente e a vice-presidente do SINAIT, Carlos Silva e a Rosa Maria Campos Jorge, acompanharam a votação e destacam que terão muito trabalho pela frente para reverter os dispositivos que prejudicam trabalhadores e a Fiscalização do Trabalho.

“O relatório traz numerosas alterações na legislação trabalhista, o que da nossa parte gera muita preocupação acerca da extensão e da imprecisão dos efeitos danosos que essas modificações causarão”, dizem os dirigentes do SINAIT.

Carlos Silva disse que o SINAIT atua em conjunto com outras entidades do mundo trabalho para conter o que ele chamou de “nova onda de prejuízos aos trabalhadores”, especialmente para modificar os pontos nocivos quando a matéria for a votação nos plenários da Câmara e do Senado. ​