12 Fev

Lançado 17º volume da série Cadernos da Reforma Administrativa

Publicada em: 12/02/2021

Publicação trata da terceirização e da precarização das relações de trabalho no serviço público

Com informações do Fonacate

O Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado – Fonacate lançou nesta quarta, 10 de fevereiro, o 17º caderno da série Cadernos da Reforma Administrativa. O texto, escrito pela professora de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia  - UFBA Graça Druck, aborda a terceirização e a precarização das relações de trabalho no serviço público, dentro do contexto da Proposta de Emenda à Constituição - PEC 32/2020, a proposta de Reforma Administrativa enviada pelo governo federal à Câmara dos Deputados.

O Caderno 17 é o primeiro de 2021. Assim como os demais, lançados em 2020, tem o objetivo de afastar visões equivocadas sobre a Reforma Administrativa e, assim, qualificar os debates em torno do tema, com fundamento em estudos que aliam as experiências prática e acadêmica.

De acordo com o presidente do Fonacate, Rudinei Marques, o intuito da série de publicações é estabelecer um contraponto a um discurso frequentemente espalhado de que o Estado brasileiro é “ineficiente, custa caro e está inchado”. O debate sobre a Reforma Administrativa, afirma, “muitas vezes assume uma conotação panfletária dos defensores do Estado Mínimo, que pregam um afastamento do Estado brasileiro de áreas essenciais de prestação de serviços”.

Segundo especialistas em economia, o emprego público no Brasil está em torno de 12% da força de trabalho, enquanto nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico ou Económico  - OCDE a média é de 20%.

Confira aqui o lançamento oficial da publicação, realizado por videoconferência e transmitido ao vivo pelo canal do Fonacate no Youtube. ​