30 Abr

SINAIT participa de ato público conjunto contra a reforma administrativa nesta sexta-feira

Publicada em: 30/04/2021

Vítimas da Covid-19 também foram lembradas pelos manifestantes, que pediram ainda a aceleração da vacinação da população e auxílio-emergencial de R$ 600

Por Dâmares Vaz

Edição: Andrea Bochi

O SINAIT e as Delegacias Sindicais participaram nesta sexta-feira, 30 de abril, dos atos públicos conjuntos, em todo o Brasil, de entidades de classe contra a reforma administrativa, contida na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020. Em Brasília, o diretor do Sindicato Marco Aurélio Gonsalves esteve na manifestação, que consistiu num “faixaço” na Esplanada dos Ministérios.

Os mais de 400 mil brasileiros mortos pela Covid-19 também foram lembrados pelos manifestantes, que pediram ainda a aceleração da vacinação da população e o restabelecimento do auxílio-emergencial de R$ 600. O ato foi organizado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), de que o SINAIT faz parte.

Os servidores se concentraram no prédio do Ministério da Economia e caminharam empunhando faixas e bandeiras até a frente do Congresso Nacional. Lá, estenderam uma faixa em memória das vítimas da pandemia e prepararam balões pretos que levavam inscrições com as pautas dos manifestantes e seriam soltos no encerramento do ato. No entanto, a Polícia Militar do Distrito Federal não permitiu a soltura.

O SINAIT compõe várias frentes contra a reforma administrativa e aposta na luta conjunta para barrar a proposta que tantos prejuízos traz à sociedade ao precarizar os serviços públicos. Para o conjunto do funcionalismo, são muito danosos vários trechos da PEC, como os que promovem ataques à estabilidade, ao Regime Jurídico Único e aos concursos públicos.

A PEC 32 aguarda análise de admissibilidade na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados. O colegiado promove uma série de sete audiências públicas para instruir o relatório, a cargo do deputado Darci de Matos (PSD/SC). Nesta segunda-feira, 3 de maio, o presidente do Sindicato, Bob Machado, será um dos debatedores, na audiência que começará às 14 h.