24 Nov

MCCE articula ações de combate à desinformação com o Tribunal Superior Eleitoral

Publicada em: 24/11/2021

Por Solange Nunes

Edição: Andrea Bochi 

Os integrantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), do qual o SINAIT faz parte, reuniram-se nesta quarta-feira, 24 de novembro, em formato híbrido – presencial e virtual -, com Frederico Alvim, assessor do ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Na pauta, combate a desinformação eleitoral, reunião da Comissão de Transparência das Eleições do TSE, entre outros temas, focados nas Eleições de 2022. O encontro contou com a participação do diretor do SINAIT e do Instituto Mosap, o Auditor-Fiscal do Trabalho Benvindo Soares.

O assessor Frederico Alvim falou sobre os desafios do combate à desinformação dentro do processo eleitoral e destacou a importância da promoção efetiva de uma atuação conjunta do TSE com o MCCE. “É importante pensarmos num modelo de parceria que possa prover efetiva e instrumentalmente o enfrentamento às desinformações eleitorais, com uma linha de ação mais concreta”.

O presidente do MCCE, Luciano Santos, citou ainda a reunião desta segunda-feira, 22 de novembro, da Comissão de Transparência das Eleições do TSE. Explicou que, o objetivo da Comissão, é aumentar a participação de especialistas, representantes da sociedade civil e instituições públicas na fiscalização e auditoria do processo eleitoral. “A participação de entidades e representantes da sociedade civil neste processo é fundamental e o MCCE quer fazer parte dessas reflexões”.

De acordo com Benvindo Soares, em 2022, espera-se um processo eleitoral desafiador. As questões que estão sendo tratadas pelo MCCE, TSE e outras entidades, são preocupações que permeiam o dia a dia de várias instituições. “Queremos um processo eleitoral transparente e seguro. Os debates e as reflexões estão dentro das ações diárias do SINAIT que sempre age pela manutenção dos direitos dos trabalhadores e do processo democrático. Queremos ajudar neste debate e estamos atentos ao tema”.