24 Jan

Auditoria Fiscal do Trabalho presente no seminário sobre conexões entre trabalho escravo e infantil

Publicada em: 24/01/2022

Evento será transmitido ao vivo pelo YouTube, no dia 28 de janeiro, e faz parte das atividades do Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo

Por Solange Nunes e Dâmares Vaz, com informações da Ascom MPT-MG
Edição: Lourdes Marinho

A Auditoria Fiscal do Trabalho será representada no Seminário “Trabalho Escravo e Conexões com o Trabalho Infantil”, pela Auditora-Fiscal do Trabalho Marinalva Dantas. O Seminário é promovido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Minas Gerais. O evento, online, ocorrerá no dia 28 de janeiro, das 14 às 18h, com transmissão ao vivo pelo canal da Rede Peteca no YouTube. A iniciativa faz parte das atividades do Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, celebrado em 28 de janeiro.

Marinalva Dantas irá detalhar a atuação da Auditoria Fiscal no combate ao trabalho escravo e infantil no País, por meio da sua experiência. Com trajetória dedicada a combater o problema, que provoca evasão escolar e constrói um círculo vicioso de analfabetismo e miséria que precisam acabar, a Auditora-Fiscal do Trabalho ajudará a refletir sobre o tema durante o seminário.

“O trabalho escravo e o trabalho infantil chegaram juntos nas Américas e alimentam uma eterna fonte de escravidão. As crianças que começam no trabalho infantil muitas vezes têm os pais ausentes por estarem longe de casa submetidos a trabalho análogo ao de escravos. Essas crianças então têm que trabalhar e abandonam a escola, tornando-se os trabalhadores que serão escravizados no futuro”, adiantou.

Conheça a Rede Peteca

A Rede Peteca é um programa de educação que visa conscientizar a sociedade para a erradicação do trabalho infantil. Consiste num conjunto de ações voltadas à promoção de debates, nas escolas de ensino fundamental e médio, dos temas relativos aos direitos da criança e do adolescente, especialmente o trabalho infantil e a profissionalização do adolescente. Lançado em 2008, no Ceará, o programa contou com a participação inicial de 51 municípios cearenses. A cada ano vem ganhando novas adesões, tendo chegado a 150 municípios em 2019.

A experiência tem sido expandida também para os demais estados brasileiros, por meio do Projeto MPT na Escola, que promove oficinas de capacitação e sensibilização de profissionais da educação que atuam como coordenadores municipais do programa e são responsáveis pela formação de coordenadores pedagógicos. Estes, por sua vez, debatem com os professores os temas estudados nas oficinas, elaborando planos de ação para abordagem em sala de aula e promovendo eventos nas escolas, ampliando o debate para toda a comunidade escolar.

Além do trabalho de conscientização, em muitos municípios, são realizadas pesquisas para conhecer a realidade dos alunos que trabalham. Após a pesquisa, a Assistência Social e demais órgãos e entidades da rede de proteção realizam a busca ativa e a inclusão social das crianças e adolescentes encontrados em situação de trabalho.

Inscreva-se: 

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSc2vaiSJ2HsUU0M7_-V77SiU9vpwXmhZBZkXXtobzINWLUzvw/viewform

 

Serviço:

Data: 28 de janeiro de 2022, das 14h às 18h

Transmissão: Canal da Rede Peteca, no

Youtube https://www.youtube.com/TVPetecaOficial