15 Jun

Na mídia: Crianças são “alugadas” por R$ 30 para pedir em sinais em supermercados do RN, denuncia Auditora

Publicada em: 15/06/2022

A Auditora-Fiscal do Trabalho Marinalva Dantas revelou ao Blog de Bruno Giovanni, veículo digital do Rio Grande do Norte, um esquema de exploração infantil no estado, em que crianças de dez cidades da Região Metropolitana estariam sendo alugadas para pessoas de Natal, que fazem os menores pedirem dinheiro e alimentos.

Com base nas informações da Auditora, que possui vasta experiência na libertação de pessoas em situações análogas à escravidão, o blog conta que o valor cobrado pelos pais é de, em média, R$ 30 para ceder os garotos. Ainda de acordo com Marinalva, informações já foram entregues às autoridades e a Polícia Federal deve agir em breve para desmontar o esquema.

“A mendicância é um crime previsto no Código Penal. Quem pratica isso e leva criança junto ou a obriga a trabalhar assim é criminoso também. As pessoas acham que estão ajudando quando dão uma lata de leite no caixa de um mercado, mas na verdade estão colaborando com o crime organizado. Muita gente tem pena. Mas a maioria das crianças são alugadas, por R$ 30 a diária, e são trazidas de dez municípios ao redor de Natal. Tudo já está mapeado e só falta uma denúncia formal ao Ministério Público Federal, pois são condições análogas à escravidão. A Polícia Federal vai começar a agir”, afirmou a Auditora ao veículo.

Acesse aqui a reportagem original.